Sobre mim

Especialista em Direito Previdenciário

Verificações

Jussara Alves, Advogado
Jussara Alves
OAB 8.394/SE VERIFICADO
O Jusbrasil confirmou que esta OAB é autêntica
PRO
Desde Maio de 2016

Correspondência Jurídica

Serviços prestados
Buscas e apreensões
Peças
Cargas
Recursos
Despachos
Andamentos

Primeira Impressão

(56)
(56)

56 avaliações ao primeiro contato

Mais avaliações

Comentários

(1)

Recomendações

(1)
José Roberto, Administrador
José Roberto
Comentário · há 5 anos
A continuidade de tudo aquilo que a velha republica representa é todo o governo Temer e o que cerca e não apenas um ministro. Mas teria como ser diferente? O que esperávamos? Que Ali Babá se unisse aos sete anões?
Já sabíamos de antemão que o governo Temer teria que obrigatoriamente ser composto por mãos que incansavelmente tentam se lavar na mesma pia e de outras velhas mãos sujas que se julgam acima da higiene política e sequer se preocupam com a limpeza que se requer na nova forma de governo.
A “teia aracnídea da corrupção”, já nossa velha conhecida, perdeu sustentáculos e balança ao vento, mas as velhas forças da cleptocracia vão se agarrar onde puderem e tentarão de todas as formas restabelecer a sustentação para assim, permanecerem no poder e dessa forma perpetuar a cúpula da corrupção, enquanto a justiça se arrasta com as pernas semi presas nos fios pegajosos da cumplicidade.
Quem ganhou ou ainda obtém dinheiro fácil montado nos inúmeros “cargos de confiança” não vai deixar de lado a prática da corrupção, pois ela está enraizada no mesmo lugar onde antes, lá no começo de suas vidas, estiveram alojados a dignidade e o caráter. O que existe em comum entre o Brasil, Zimbábue, Serra Leoa, Colômbia, Argentina, Coreia do Norte, Venezuela, Uzbequistão, Egito, Rússia, Indonésia e México?
Podem existir diversos pontos em comum, mas o que permite a existência dos governos cleptocratas é a passividade e a ignorância de seus povos, a submissão, a síndrome da escravidão.
Como li em outro excelente artigo postado aqui a poucos dias estas frases ficaram marcadas: “Evidentemente não existe democracia sem luta. A democracia não é outorgada. Homens que não lutam pela liberdade não estão maduros para viver livremente”.
Para um bom entendedor, essas frases resumem toda a longa história da corrupção no Brasil. E termino parafraseando o Professor Luiz Flavio, com sua licença, porque o final de seu artigo foi perfeito:
“Antes disso, o extrativismo prossegue, enquanto existam recursos para serem sugados e privilégios a serem preservados.”

Perfis que segue

(19)
Carregando

Seguidores

(12)
Carregando

Tópicos de interesse

(5)
Carregando
Novo no Jusbrasil?
Ative gratuitamente seu perfil e junte-se a pessoas que querem entender seus direitos e deveres
Fale agora com Jussara
RUA JOAO EMÍDIO FILHO, 24 - Sergipe (Estado) - 49270000

Jussara Alves

RUA JOAO EMÍDIO FILHO, 24 - Sergipe (Estado) - 49270-000

Entrar em contato